segunda-feira, 4 de abril de 2011

H² Sustentável – 1º encontro e o propósito da rede

Na última quarta-feira, dia 30, aconteceu o primeiro H² Sustentável. O encontro, que aconteceu um mês e meio depois do primeiro anúncio, tem a proposta de ser uma rede de profissionais, estudantes e demais interessados em sustentabilidade. O objetivo não é ficar apenas no networking, mas também criar uma agenda para o tema no Rio de Janeiro e efetivar ações na cidade.

Em meio a diversas comunicações pelo blog, facebook, newsletter, twitter e linkedin, 49 pessoas preencheram o formulário criado e 36 pessoas confirmaram presença. Por experiência própria, sei muito bem que há uma grande distância entre a intenção e a ação e, por isso, esperava em torno de 15 pessoas o que, para uma primeira edição, estava de bom tamanho. 

Acontece que no dia 30 choveu e a previsão de 15 passou a ser “vou ficar feliz com quem for”. Para minha surpresa, foram 20 pessoas e o local ficou pequeno para todo mundo. Essa postura e o interesse dos presentes mostram o potencial de crescimento da rede e também a demanda dos cariocas por conhecimento e por eventos de sustentabilidade.

Na ocasião do encontro, uma pessoa muito especial falou para o grupo da sua experiência. Eloá Marques, responsável pelo Programa Attitude no Rio de Janeiro, conversou com os presentes sobre a implementação da sustentabilidade nos processos de negócio da Accenture. Falou dos desafios, das dificuldades, da superação e da maturidade em que a consultoria se encontra atualmente.

Um dia depois do encontro, enviei uma ficha de avaliação para os participantes preencherem e dos que me retornaram, alguns já falaram em implementar ações e em colocar a rede para funcionar na prática. Concordo e esse é o real propósito, mas vejo como algo a ser efetivado mais para frente. E por quê? Primeiramente porque é necessário consolidar a rede e isso não se faz em um único encontro. E segundo, o maior dos desafios.

O perfil dos que compareceram ao encontro, e da maioria que se interessa pelo assunto, é de pessoas que demandam por conhecimento. Por isso, e também por ser uma das missões da Agência de Sustentabilidade, o início da rede será de compartilhamento de conteúdo e experiência, de auxílio na formação da opinião dos participantes a respeito do tema e só depois partir para propósitos mais práticos.

Além disso, vou ainda agregar profissionais de outras áreas à rede para que as pessoas vejam como funciona de verdade a sustentabilidade nos processos de negócio e vou continuar trazendo gente da área para contar do seu dia a dia. Se a gente parar para pensar que hoje o país tem um apagão de mão de obra e isso acontece porque as empresas não tiveram interesse em formar, irei contra o propósito da sustentabilidade se quiser atropelar essa fase de informar e partir diretamente para as ações. Sem contar que a própria ação não terá qualidade.

Enfim, sobre o próximo encontro ainda não tem um local escolhido (já estou providenciando um que seja mais acolhedor e mais amplo), mas já tem a data. Portanto, aos interessados, anotem em suas agendas: 2º encontro H² Sustentável dia 26 de abril, terça feira.

E finalizando, agradeço nominalmente a todos que compareceram no dia 30: Alan Leite, Ana Raphaela Schelini, Bruna Lanes, Carol Resende, Clarissa Pires, Erika Lazary Fernanda Mello, Fernanda Mourão, Jean Marc Sasson, Joanna Alimonda, João Pedro da Motta, Lívia Farias, Marcus Vinicius Ghedini, Milena Marques, Pedro Ronan Marcondes, Saulo Machado, Simone Madrid, Vanessa Faria, Verônica Araujo e, the last but not the least, Eloá Marques.

11 comentários:

luis henrique disse...

juliana, como comentado, eu dei aula nesse dia. no próximo, tô dentro. parabéns!
luis henrique - metara

Natália Lima disse...

Parabéns pela organização! Como estou no interior de São Paulo ficaria mais difícil participar presencialmente dos encontros, mas sugiro salas virtuais que dão o mesmo efeito e por não haver deslocamento facilita a participação. Tenho participado de alguns grupos assim e tenho gostado muito! Estarei sempre "on"... abraços!

GihNico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eng. Ambiental Gisela disse...

Parabéns!! Muito interessante realizar esses encontros. Fico triste de morar tão longe e nao poder participar. Aqui em SC são bem poucos eventos com foco em sustentabilidade.
abraçoo

Hera Estratégias disse...

Oi, Juliana
Tô aqui em Porto Alegre com dois corações: superfeliz de ver vocês se articulando aí e arrasada por estar tão longe. Acompanho o blog, te sigo no twitter (calma, não sou maníaca...)e compartilho de crenças e valores que você expressa nos textos opinativos.
Se precisar de alguma coisa deste lado de cá, conta comigo.
Um abraço.

Ju e Edu disse...

Gostei muito da idéia, e faço parte da rede de profissionais em constante formação. Vou me inteirar para poder participar.

Abraços,

Julia Gomes

renanlutke disse...

Boa iniciativa Julianna!! Vai rolar algum desses aqui em Sampa?

Julianna Antunes disse...

Oi, gente, deixa primeiro consolidar a rede no Rio de Janeiro e depois nos estruturamos para jogar a sementinha no Brasil inteiro!

Ken Julio disse...

Juliana, eu te admiro muito pela sua iniciativa e atitude! Parabéns!!

Guilherme disse...

Parabéns pela iniciativa. Conversar sobre assuntos importantes, de uma forma descontraída e por puro prazer é muito bacana, interessante e produtivo. Não só agrega-se maior conhecimento como também expande-se o relacionamento entre pessoas com os mesmos própositos e interesses. Desejo muita sorte neste projeto e, apesar de ser difícil minha participação (mas não impossível), devido a distância, conte com meu envolvimento e apoio.

Abraços,
Guilherme Michelin

Diêgo Lôbo disse...

Muito bom, Juliana. Parabéns pela iniciativa. Realmente é um problema a falta de profissionais nessa área, pois eles ainda estão sendo formados, na prática, nas empresas e organizações. Vai levar algum tempo até que se possa passar essa experiência aos interessados.
Essa iniciativa é um forma de agilizar esse processo.

Boa sorte, e esperemos que o movimento cresça. Quem sabe chegue em outros lugares do país.
Salvador está na espera.

abraços
Diêgo Lôbo
www.essetalmeioambiente.com