sexta-feira, 6 de maio de 2011

H² Sustentável – inciando a construção da rede

Depois de ter sido adiado em uma semana por causa da chuva que teimava em cair no Rio, eis que aconteceu o segundo encontro do H² na última terça-feira. Na ocasião 16 pessoas compareceram para conversar sobre sustentabilidade olímpica. Acabou que o tema não foi devidamente explorado porque não soube dosar o tempo de apresentação das pessoas. 

Fica o fato como lições aprendidas, além de indicar a necessidade de alguns encontros sem tema definido, apenas deixando o papo rolar. De qualquer forma, visto que muito mais ainda pode ser falado sobre sustentabilidade olímpica, deixo registrado aqui um novo convite ao Márcio Santa Rosa falar sobre o assunto e também sobre construção sustentável, tema que ele também é fera.

Pois bem, um fato que me chamou bastante atenção foi a quantidade de gente nova que apareceu. Gente que, por algum motivo, não pode comparecer ao primeiro encontro, gente que ficou sabendo da H² por agora. E aí reitero a impressão que eu tive da primeira vez, que é o potencial de crescimento da rede. Se a cada encontro dez novas pessoas se juntarem ao grupo...

Ainda não defini o tema do próximo H², aliás, nem sei se seria o caso de ser um encontro para deixar o papo rolar, mas de qualquer forma penso que a partir do quarto já seria um bom momento para estruturar a rede mais formalmente. Temos dois advogados no grupo que ajudarão na construção de um documento não limitador ou impositivo, mas que servirá de referência para o que se espera dos membros e o que se espera da rede.

Além do documento, penso em criar um espaço exclusivo para o H² no site da Agência (mas isso ainda é um plano de médio prazo) e possibilidades como fanpage no Facebook ou, conforme sugestão, um blog. Apesar de simples, blog é algo um tanto quanto inviável em curto prazo, pois demanda tempo e dedicação, coisa que eu, neste momento, não tenho.

Dando uma satisfação aos que me cobraram, estou buscando formas de agregar cariocas que, por algum motivo não podem comparecer aos encontros, assim como pessoas de outros estados que têm interesse me participar. Não sei exatamente como, se um local com wi-fi seria o suficiente, mas pediria a sugestão de vocês para isso e também para temas de encontro, estruturação de rede, propostas, agenda de sustentabilidade para o Rio...

E finalizando, quero deixar bem claro a essência do H². Sempre me incomodou que nas redes em geral, inclusive das quais faço parte, o fator que nos une é o mesmo que exclui outras pessoas. Para não ir pelo mesmo caminho, estou procurando fazer da H² uma rede totalmente aberta e colaborativa desde seu primeiro minuto de vida. Acredito que apesar de ter sido criada com um propósito geral, permitir que qualquer um, de qualquer formação, com qualquer tipo de experiência contribua, só vai gerar mais valor e mais qualidade. E isso também é sustentabilidade.

2 comentários:

Márcia disse...

acho perfeito assim. Arq Luiz Antonio-de SPaulo

Difere Comunicação e Sustentabilidade disse...

Talvez uma forma de agregar pessoas de fora do RJ (estou em Porto Alegre) seja um encontro num local que fosse possível uma vídeo conferência (Skype??). Ficamos no aguardo do ok de vcs.
Um abraço.
Karen Mendes Santos