quarta-feira, 15 de abril de 2015

Vida saudável também é sustentabilidade. Melhor ainda quando é sem neura!

Vida saudável hoje é uma mega indústria. Bilhões em produtos e serviços voltados para saúde, atividade física, performance. Estou falando de alimentação, vestuário, equipamentos,  instalações, consultorias, turismo e mais uma infinidade de categorias.

Há algum tempo essa mesma indústria viu que a internet era um ótimo canal para disseminar o conceito de vida saudável e movimentar, ainda mais, esse mercado. A partir daí, surgiram webcelebrities que pregavam abdomens trincados e corpos lindos como um estilo de vida a ser seguido. E as pessoas seguiam. E compravam essa ideia. E essas celebrities passaram a lucrar muito.

Acontece que abdomens trincados e corpos lindos não fazem parte da realidade da maioria das pessoas. A rotina espartana, os treinos pesados, as dietas absurdamente restritivas transformam essas celebridades em, basicamente, um objeto inalcançável que não representa a quase ninguém, independente da legião de seguidores que carregam.

Observando esse fenômeno e aliando minha rotina de prática de esportes desde os 12 anos de idade, idealizei um espaço onde pudesse falar sobre vida saudável para pessoas reais. Como eu, como você. Pessoas ocupadas, que trabalham, que se divertem, que veem prazer na comida, que fazem atividade física para melhorar a qualidade de vida, sem a neura do corpo perfeito ou tendo de passar por privações.

Assim nasceu o Saudável sem neura, um espaço com dicas de atividades físicas, boa alimentação e vida equilibrada. Um espaço onde o chopp tá liberado e a batata-frita também, mas com ternura. A grande diferença é que ao invés de um blog, o principal meio de disseminação do conteúdo será em vídeo, pelo Youtube.


Para não ficar um jabá escancarado de mim para comigo, se pensarmos que um dos grandes dilemas das empresas é administrar a pressão da rotina de trabalho, aumentar a produtividade e ter pessoas felizes fazendo tudo isso, sim, falar de vida saudável é falar, também, de sustentabilidade. E se a gente pensar que a falta disso gera turnover e absenteísmo, aí mesmo que sustentabilidade tem tudo a ver com vida saudável.

Pois bem, o canal é atualizado todas às terças, os dois primeiros vídeos já estão no ar, e ele ainda está passando por ajuste, já que vídeo é uma mídia completamente nova para mim e ainda falta encontrar o tom. Mas asseguro que a qualidade do conteúdo, a desenvoltura e a própria qualidade técnica (áudio, cenário, produção, edição) vão melhorando com o passar do tempo. Sem contar, ainda, que é uma oportunidade de vocês verem um jeito muito mais próximo do que eu sou no dia-a-dia, já que aqui acabo meio que só falando de coisas sérias.



Pois bem, espero que assistam, espero que curtam, espero que assinem o canal e acompanhem os próximos vídeos!

0 comentários: