segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Você quer ser sócio do Sustentaí?

Conforme expliquei em um post do final do ano passado, meu novo projeto é o Sustentaí. Esse ano o Sustentaí começa como um canal de vídeos no Youtube e ao longo do tempo vai ser ampliado para um projeto maior de comunicação da, com e para a sustentabilidade e diversos produtos adicionais. Sua proposta é levar de forma leve, simples e descontraída, conteúdo relevante para um público mais velho que os que normalmente consomem vídeos na internet. O Sustentaí vem sendo desenhado desde o ano passado e o objetivo é ir além do canal de Youtube. Por isso já nasce no formato de uma empresa.

Inicialmente eu e a Vanessa estávamos cuidando o projeto. No entanto, ela teve alguns imprevistos e não terá como dedicar tempo necessário para que as estratégias do Sustentaí saiam do papel. Acontece que sozinha eu também não dou conta, afinal, tenho um mestrado para tocar. Fora que eu não sei fazer tudo, né?

Ademais, vale lembrar que o Sustentaí não é só gravar vídeos toscos, editar meia boca, postar nas redes sociais e rezar para que no meio da tonelada de conteúdo gerado na internet todos os dias, alguém veja, goste e compartilhe. Há todo um plano de ação que já vem sendo executado, mas sozinha não tem como fazer tudo que tem de ser feito para o canal deslanchar.

Aí que fiquei pensando em como resolver o problema da saída da Vanessa, que além de ser uma pessoa incrível, inteligente, super proativa e mão na massa, me complementava justamente nas minhas maiores fraquezas (técnicas e comportamentais). Fiquei pensando, pensando, pensado. Acionei de leve minha rede de contatos, mas achei que seria bacana também abrir aqui no blog para pessoas que têm interesse em sustentabilidade, curtiu o projeto e tem tempo disponível.

Pois bem, sem mais enrolação, estou escrevendo este post para ver se alguém se interessa em ser meu/minha sócio/a no Sustentaí.

Vamos às características básicas do perfil de sócio que eu busco:

Antes, uma informação muito importante: NÃO É PRECISO ENTRAR COM DINHEIRO ALGUM. O projeto é de baixíssimo custo. O lance é basicamente tempo e mão na massa.

REQUISITOS FUNDAMENTAIS:

  • Muitíssimo interesse/conhecimento em sustentabilidade (se tiver experiência na área, é excelente, mas não é eliminatório);
  • Design. Design, design, design. Esse sempre foi e sempre será o meu gap. Não é preciso ser formado na área, mas tem de saber usar ferramentas tipo pacote adobe, saber diagramar, criar email marketing, eventualmente alguns banners e afins;
  • Ter conhecimento em edição de vídeo ou muito interesse em aprender;
  • 15 a 20 horas disponíveis para se dedicar ao projeto por semana;
  • Morar no Rio de Janeiro e adjacências. Infelizmente este projeto não tem como ser tocado remotamente. Portanto, tem de ser morador do Rio. Ainda que a maior parte do trabalho seja feito cada um no seu quadrado, será preciso reuniões semanais ou de 15 em 15 dias (é provável que no início comece semanal e depois, com as tarefas entrando na rotina, ela fique mais espaçada).
REQUISITOS DESEJÁVEIS:

  • Formação em publicidade ou marketing. Formação ou em formação;
  • Conhecimento ou apreço pela área comercial;
  • Experiência em mídias sociais;
  • Conhecimento/contato de agências digitais ou agências de publicidade que toquem projetos digitais.
PERFIL COMPORTAMENTAL BUSCADO:

  • Criatividade. Muita criatividade;
  • Proatividade. Muita proatividade;
  • Inovação. Muita inovação;
  • Empreendedorismo;
  • Perfil voltado para a execução;
  • Perfil questionador (preciso sempre ser desafiada e preciso de alguém questionando/ contrapondo minhas ideias e decisões com bons argumentos);
  • Foco em prazos e metas;
  • Foco na solução de problemas;
  • Trabalhar com autonomia;
  • Pensar fora da caixa (pode parecer meio clichê, mas para trabalhar bem comigo tem de gostar de viajar na maionese o tempo quase todo);
  • Assobiar e chupar cana.
Não, não quero nenhum super homem, mas quero um parceiro que queira empreender comigo nessa e não leve o projeto apenas enquanto não arruma um emprego. E por falar nisso, apesar de eu achar que está claro, é sempre bom alinhar expectativas: não, isso não é uma vaga de emprego. Não vai ter carteira assinada, não vai ter salário e não vai ter vale transporte. Ninguém vai ser meu funcionário. Vai ser sócio. Dividir conquistas e, principalmente, responsabilidades.

Vale deixar claro também que o projeto tem um tempo de maturação até começar a dar lucro. Portanto, pelo menos no início, ele não vai ser a fonte primária de renda de ninguém. Por isso, mesmo que você tenha adorado a proposta do Sustentaí, tenha todo o perfil necessário, caso esteja precisando de grana rápido, infelizmente o projeto não é para você.

Enfim, resumindo: se você tem o perfil, tem tempo para se dedicar de 15 a 20 horas por semana (esse tempo pode ser distribuído de forma bem flexível) e tem sangue nos olhos, me mande uma cartinha explicando o porquê de você querer ser meu/minha sócio/a nessa empreitada, explicando suas motivações, suas experiências, suas qualidades, no que você pode agregar no projeto, no que você pode entregar a mais (se for o caso) do que o que foi pedido e qualquer outra coisa que você achar pertinente escrever. Sem CV, gente, é só cartinha mesmo!

Os interessados podem enviar a cartinha para sustentabilidade@sustentabilidadecorporativa.com ou contato@sustentai.com até o dia 20 de fevereiro. Sei que o prazo é curtinho, mas é que gostaria de ter a pessoa colocando a mão na massa logo depois do carnaval, pois o cronograma deste início está bem apertado. Afinal, de acordo com Newton, pra sair da inércia, só com uma força atuando sobre ela. E essa força dá um trabalho do caramba!

0 comentários: