terça-feira, 13 de abril de 2010

O Carbon Disclosure Project e a chamada governança ambiental

Bom, segue finalmente o texto que era para estar no blog na semana passada, mas que por motivos de forças maiores e menores, só hoje estou postando.

Apesar de pouco difundida no país, uma das principais organizações de promoção da sustentabilidade corporativa no mundo é o Carbon Disclosure Project (CDP), entidade sem fins lucrativos que surgiu em 2000 a partir de iniciativa do governo britânico e financiada, inicialmente, pelo Carbon Trust. De forma bem simplista, diria que o CDP atua como um inventariante dos carbonos emitidos pelas empresas.

De forma mais complexa, o CDP é hoje o maior banco de dados do mundo sobre o assunto. Sua função é, fundamentalmente de governança, o que se convencionou a chamar de governança climática, já o relatório gerado auxilia as empresas a medirem e divulgarem seus impactos em relação às mudanças climáticas com o objetivo de fornecer aos investidores e gestores de planejamento estratégico informações confiáveis sobre as organizações em contraponto ao risco financeiro acarretado.

A mecânica de funcionamento é relativamente simples: o CDP envia anualmente um questionário a mais de 3700 empresas no mundo inteiro dos mais diversos setores para coleta de informações relacionadas a políticas de emissão de carbono. Por mais que a devolução do questionário respondido seja de caráter voluntário, para se ter ideia da força do CDP, a entidade conta hoje com 534 investidores (475 no ano passado) que apoiam a iniciativa.

O que começou em 2003 com 235 relatórios, em 2008 já alcançou 2204 relatórios e hoje já passa dos 2500 em todo mundo. Esses relatórios são auditados pela PriceWaterHouseCoopers, uma das BIG 4 em auditoria. Até 2008 o índice de respostas girava em torno de 50%, sendo que cerca de 20% das 500 maiores empresas do mundo se recusavam a fornecer informações sobre suas emissões de gases do efeito estufa.

Mas a mentalidade de prestação de contas voluntária está mudando. No Reino Unido, por exemplo, berço do CDP, o índice de respostas em 2009 foi de 95%. Surpreendentemente o Brasil aparece em segundo lugar, com 78%. Aliás, além do bom desempenho brasileiro no envio das informações, já somos 53 dos 534 investidores institucionais.

Só para finalizar o tema, e ainda pegando um gancho sobre o assunto passado, alguém aqui se lembra de um anúncio da Vale no ano passado ou retrasado, falando justamente sobre o relatório do CDP e de que ela tinha zerado as emissões de carbono? Alguém se deu conta ou questionou que a maior parte das árvores foi plantada a milhares de quilômetros de distância de onde os impactos ocorreram. Pergunto: isso é sustentabilidade? Porque a propaganda em cima disso foi forte.

4 comentários:

Juliana Maia disse...

olá,trabalho na area de sustentabilidade empresarial.
adoro seu blog.
gostaria de fazer parceria.
Colocarei seu blog nas minhas recomendaçoes, pois garanto que muitas pessoas que trabalham comigo vao se interessar pelo seu trabalho.
aguardo retorno

beijinhos

Marcelo disse...

ESCUTA CELULAR – APRENDA COMO FAZER UMA ESCUTA CELULAR

O site Apostila Hacker esta disponibilizando um tutorial com material secreto sobre escutas celulares, que mostra como qualquer pessoa pode fazer uma escuta celular sem nem uma dificuldade, essa escuta realmente funciona, qualquer criança é capaz de fazer após ler o tutorial, muitas pessoas não sabem como fazer isso por não conhecerem alguns segredos, e quais programas usar, é isso que o tutorial mostra, a escuta é realizada sem que a pessoa saiba e você terá acesso a quase todos os dados do celular da pessoa, como mensagens que ela recebe, pode escutar as ligações que ela recebe e que ela realiza, e em alguns casos ate meso saber onde ela esta através de rastreamento.


ESCUTA CELULAR;
GRAMPO CELULAR;
MONITORAR CELULAR;
RASTREAR CELULAR;
MONITORAR MENSAGENS DO CELULAR;
MENSAGENS DO CELULAR;
ESCUTAR O QUE A PESSOA FALA NO CELULAR;
FAÇA VOCÊ MESMO SUA ESCUTA CELULAR;
COMO FAZER UM GRAMPO CELULAR;
COMO ESCUTAR TUDO O QUE FALA NO CELUAR;
A apostila se encontra no site:
http://www.apostilahacker.com.br

Dalton Kleber disse...

Olá Julianna, sou economista e professor, pós graduando em gestão empresarial com enfasee em responsabilidade social, estou em fase de construção da minha monografia sobre RSE e Sustentabilide. Quero te infiormar que gostei do seu blog e que é preciso fazer multiplicadores dessas idéias de responsabilidade social, pois temos pressa de cuidarmos melhor da nossa eterna casa, o planeta terra. Abraços
Obs: preciso de algumas indicações para ler sobre RSE, poderia indicar.

Julianna Antunes disse...

Dalton, o melhor livro de sustentabilidade é "A empresa sustentável", do Andrew Savitz e Karl Weber. O verde que vale ouro tb é muito bom e recomendo Os desafios da sustentabilidade, do Fernando Almeida.